Museu da TAM - 15/01/2012

Só alguém muito nerd viajaria mais de 400 km para ir a um museu certo? Pois é, passeio de domingo ... no museu da Tam  \o/  ... a cara, o jeito e o papo não engana o-o
Há várias semanas estava com vontade de conhecer o museu em São Carlos, e hoje finalmente deu tudo certo.
O dia aqui na cidade não amanheceu tão agradável, meio nublado ... e bem na hora que eu estava saindo começou a chover forte, mas bem... na minha opinião: 1-) para isso existe capa e 2-) ir passear de moto com chuva é só a maneira mais gostosa de limpar a viseira, e o resto da viagem com certeza é a maneira mais gostosa de sujar novamente :-D , portanto, nada de preguiça e "bora" pegar a estrada.



Na ida foi tudo tranquilo, mesmo saindo daqui com chuva forte, depois de uns 20 km rodando, quase em vinhedo, a chuva já estava parando e o tempo abrindo, e ao longo do caminho foi mesclando, um pedação de tempo firme, e um pedacinho chuviscando. Estou orgulhosa de mim viu, estou craque pra esses lados, novamente não me perdi nenhuma vez :-D
Bem, sinceramente não acho a estrada até Rio Claro bonita, as cidades são muito próximas e acho tudo muito industrializado, pelo menos indo pela Anhanguera é assim, por isso não parei para tirar fotos, depois de Rio Claro, aí sim começa a compensar o visual:



O cheiro de eucalipto chegando em São Carlos, as serras bonitas, o céu claro ... isso é fascinante, na ida deu um aperto no peito, ví a placa sentido Porto Ferreira/Descalvado, e bateu uma saudade da minha infância, quando morava por lá, vontade de rever tudo, mas terá que ficar para uma próxima oportunidade, objetivo: Museu!!!

Para chegar lá não tem nenhum segredo, embora parei num dos postos Graal para confirmar o caminho, me explicaram direitinho onde seria a entrada, fácil ... fácil ...

Chegando lá, o prédio é lindo, e sendo um domingo, estava bem tranquilo.




Bilheteria:


 Ao entrar no museu, passamos por algumas salas com efeitos, uma sobre como é dentro de um avião, uma para a sensação de voar ...


...continuando com uma apresentação de toda a história da aviação, relatos bem interessantes:



As naves são realmente surpreendentes e lindas, algumas originais restauradas, outras réplicas perfeitas ... todas com incríveis histórias, espero que apreciem também ;-)




O Demoisele me chamou a atenção, foi fabricado por Santos Dumont em 1909 e é o precursor do ultraleve moderno, o que mais me encanta, como em outras invenções de Dumont, é ele ter liberado a patente, permitindo que outros também o desenvolvessem e o aprimorassem, um exemplo!!



O famoso 14 bis :










Este verde é o Curtiss-Robin, foi produzido por Glenn Curtiss, um dos inventores parceiros de Alexander Graham Bell, e é o avião mais antigo no Brasil em condições de voo, é de 1928






American Flea Ship(abaixo), aeronave idealizada por uma mulher, a projetista Lilian Holden, foi vendido em kits para serem montados em casa, entre 1934 e 1942 , mulher tem bom gosto e criatividade mesmo hein :-P


Abaixo, um  avião de guerra, tem a característica de "dobrar" as asas



Me lembro de ter lido que este abaixo foi um dos aviões produzidos em série de menos aceitação, modelo estranho né, e a cor não ajuda...





Este abaixo foi usado pela força aérea brasileira na 2ª guerra mundial, usado para combater japoneses e alemães.




O B5 também, todos de guerra.


Torre de controle no passado...


... e atualmente


Haja coragem confiar nuns aparelhos desses hein :-$







Avião também usado na guerra, com míssil e tudo


Este branquinho é um fofo né, também era oferecido em kits para montar em casa, presente legal!!!



O luxo das porcelanas nas aeronaves em 1950, hoje entregam um pacotinho de clube social e um copo de refrigerante ¬¬'



História e lema da TAM:




Pra quem nunca viu um avião por dentro:


e a cabine:



O Fundador, comandante Rolim, que ironicamente faleceu em 2001 em um acidente de helicóptero.


A parte mais triste do museu: em 1960 dois pilotos brasileiros fizeram um pouso forçado na Bolívia, sem rádio, água ou comida, ambos morreram, e todo esse sofrimento foi escrito em um diário por um deles, o piloto Milton Verdi, que sobreviveu em condições precárias por 70 dias. Ler esses pequenos trechos é realmente triste.





O avião que eles estavam, nessa profissão, nem tudo são sorrisos, liberdade e aventuras  =/


O avião abaixo foi apelidado de Brasil, e em 1950 foi dado a Ada Rogato, que recebeu o título de pioneira das Américas por seu primeiro voo solo.



Exemplos de roupas das aeromoças ao longo da história.




Uma das  partes mais interessantes, descobrir como são os motores, turbinas ... construções e estruturas impressionantes.

 



Não pode faltar a lojinha né, e achei o visual tão legal


Uma raridade por lá:


Embora o museu seja de aviação, trouxe como lembrança algo que tem muito mais a ver comigo:








Pena que segunda feira está chegando, não é má ideia pegar uma dessas rotas :-D



Saindo do museu, o retorno também foi tudo bem, parei apenas duas vezes, uma no Graal para esticar as pernas e uma no Restaurante Lago Azul (o pão de lá é muito bom ), já chegando em Jundiaí, e olha o que achei por lá:


Imagine se não gostei das miniaturas né, mas chega de compras, fiquei só na vontade mesmo.

Enfim, mais uma viagem, mais um final de semana que valeu a pena!!! Agora é começar a semana a todo vapor, novas descobertas pela frente :-)

Ahhh, e resultado: 408 km rodados, maravilhosamente :-D   \o/

Comentários

  1. É engraçado reler essa viagem, tomei duas multas nesse dia por excesso de velocidade kkkkkk muito cuidado na Washington Luis, em algum lugar dela o limite é só 90km/hr kkkkkkk perto de Rio Claro kkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Opa amanhã é meu dia de ir nesse museu fantástico, já chequei a moto, troquei o óleo, tudo OK...ah...esse lugar onde vc tomou multa tem pegadinha...de 110km, ele abaixa para 90km/h e depois sobe para 110km/h de novo....dá uma olhadinha nesse link, ele mostra os radares naquele ponto...um grande abraço...

    Eduardo

    http://www.maparadar.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha que sacanagem esses radares hein Eduardo, caí direitinho rsrs

      Mas que bom que foi conhecer o museu da TAM, ele é fantástico né, e ví pelo face que fechou indo lá nas coxinhas douradas \o/ aeee que maravilha hein.

      Parabéns pela viagem,

      beijão, se cuida.

      Excluir
  3. Me avise quando for andar de moto novamente, seria uma honra te acompanhar.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

18/11 - Ushuaia, o sonho realizado

16/11 - Rumo a Ushuaia, mas incompletos

15/11 - O dia que as coisas não saíram como o planejado