Aula 7: Controlar - São Paulo merece um ar mais limpo

São Paulo merece um ar mais limpo!! Essa é uma bandeira que precisa ser levada a sério, e cada dia mais.

Importante: O conteúdo que estou escrevendo é com base no que entendi da palestra no Controlar em SP e no conteúdo das aulas na Radial Cursos , não é responsabilidade deles caso eu escreva algo errado, é até bom que me corrijam, afinal, conhecimento é sempre bem vindo :-) Mas se o post ficar bom... créditos pro professor Marco hein ;-) Está sendo muito esclarecedor!!!  E continuo recomendando fazer o curso por lá, a prática e ver tudo  pessoalmente é bem melhor ;-)

Bem, não sou moradora da capital, mas por trabalhar lá diariamente sinto como realmente as grandes cidades precisam respirar com mais qualidade. Pensando nessa conscientização, a aula do último sábado foi uma palestra no Controlar em SP.

Galera da Radial chegou dominando o lugar, olha o capricho do pessoal rsrs



 

A maioria dos moradores de São Paulo reclamam do processo do Controlar, seja pela demora, burocracia, as muitas exigências ou valores cobrados. Mas essa é realmente uma necessidade que vale a pena cada um descobrir um pouco mais.

Agora um papo sério...

Somente no município de São Paulo, há em torno de 4,5 milhões de veículos ativos que rodam diariamente pelas ruas, soltando vários gases tóxicos prejudiciais para nossa saúde. Cada cidadão, criança ou adulto, fuma uma média de 4 cigarros por dia, simplesmente por respirar toda aquela sujeira.

Triste saber que estamos respirando isso né...




Isso significa 1 ano e meio de vida a menos  =/ 


A poluição é uma das principais causas dos muitos problemas respiratórios entre os moradores, sem contar os agravantes como asma, bronquite... e até câncer ou alzheimer.



Dá pra acreditar que até praticar exercícios ao ar livre por lá é prejudicial? Caso faça corrida, por exemplo, durante a tarde em uma via movimentada, estará inalando um ar terrível, o condicionamento físico poderá estar bom, mas o pulmão... até corrida é recomendado fazer a noite, onde não tem interferência do sol agravando ainda mais esses poluentes.

Os veículos são os principais vilões, que liberam gases como:
  • NOx - oxido de nitrogênio e SOx - óxido de enxofre: Saem direto do escapamento, virando ozônio quando em contato com o sol. Combustíveis como gasolina e diesel, que tem alto teor de enxofre são os principais responsáveis pelas chuvas ácidas.
  • HC - hidrocarboneto - resultante da gasolina não queimada
  • CO - monóxido de carbono - é o famoso gás da morte sonolenta
  • CO2 - dióxido de carbono - embora não seja tóxido, sendo usado até mesmo em refrigerantes, é um dos responsáveis pelo efeito estufa
  • R-CHO - aldeídos - principalmente veículos a alcool
  • Material Particulado - poluente principal do diesel
Mas nosso objetivo é aprender sobre mecânica certo? Bom aprender então itens que devem ser verificados e regulados para um bom desempenho.

O motor de combustão interna é a principal fonte de energia dos veículos. Como já vimos em aulas anteriores, os motores tem 4 fases, que são: Admissão, Compressão, Combustão e Escape, onde justamente na conversão da energia química em calor é que geram os gases poluentes. O objetivo do Controlar é verificar se esses gases estão de acordo com os limites estabelecidos pela legislação.

Mas será que esse processo é realmente tão poluente? Bem, sim, e quanto maior o motor, mais complicado é, por exemplo, vamos imaginar uma moto esportiva, supondo que a rotação de corte chegue a 16 mil rpm,  no ciclo de otto a cada duas voltas há 1 explosão, então temos:

Imagine a proporção numa dois tempos, que se não bastasse ter uma explosão a cada volta do virabrequim, ainda queima óleo junto com a gasolina.

Bem, no caso das motos, independente do motor, é a ainda mais problemático, pois podem poluir até 6 vezes mais que os carros, já que por serem menores em dimensão, a instalação de filtros, tratar os gases do escapamento e motor são mais complicados.

Itens a verificar:
  • Cruzamento de válvulas:  no momento da admissão e de eliminação, é necessário atenção para observar se as válvulas não estão abertas ao mesmo tempo, causando perda de combustível não queimado, um sinal de problema é que costuma ficar desregulada na marcha lenta.
  • Relação de Mistura Ar + Combustível: A gasolina teoricamente é completamente queimada quando há a proporção de 15 gramas de ar para 1 grama de gasolina. No caso da gasolina brasileira que tem em torno de 25% de álcool, a proporção deve ser de 12,7 gramas de ar para 1 de gasolina (com 25% de álcool)  
É interessante analisar a proporção e a influência da mistura, caso ela esteja rica ou pobre, apenas esclarecendo:

* mistura rica = quando a parcela de combustível for maior do que o recomendado, tbm conhecida como mistura afogada
* mistura pobre = quando entra menos gasolina do que o necessário e excesso de ar

Observe o gráfico abaixo, note que do lado esquerdo há os níveis de gases com a mistura sendo rica e do direito sendo pobre:

No centro temos a linha que delimita a proporção correta, no caso colocaram como 14.7 de ar para 1 de gasolina. A medida que ela vai ficando pobre, ou seja, vai subindo a proporção de ar para 15, 4... 16,2... os níveis dos gases vão aumentando, assim como tbm ocorre a medida que a mistura vai ficando mais rica


Aqui tem um ponto interessante, para algumas motos/carros serem aprovadas, as vezes se recomenda colocar álcool no tanque, e isso funciona? Bem, em partes. Contribui sim para que a emissão de gases diminua, visto que o álcool vai empobrecer a mistura, mas não é garantido que chegará no nível aceitável. Além disso, pode ser pego em outro problema, o do Fator de Diluição:

Esse fator de diluição tem a função de identificar se os valores de CO e CO2 estão saindo pelo escapamento sem a diluição do ar. Sabe-se que a soma de CO + CO2 equivale a 15% das emissões de poluentes pelo escapamento, é feita a proporção matematicamente: Fdiluição =  15 / (CO + CO2) . Se for maior que 2,5 é reprovado da mesma forma.

  • Filtro de Ar: ele tem a função de evitar que partículas de sujeira entrem no motor e desgaste as peças, caso ele esteja sujo, bloqueia o ar e faz a mistura ficar rica. Alguns tem o costume de tirar o filtro, o que contribui para a mistura ficar pobre, observe tbm o estado do filtro de óleo.
  • Regulagem correta do carburador

Como tudo envolve tecnologia, achei um vídeo muito legal para entender melhor esse processo de inspeção:



Informação importante: Motos 2 tempos não fazem inspeção, até porque iria acabar estragando os aparelhos, pois se tem uma coisa que essas motos fazem... é soltar fumaça rsrs (http://www.controlar.com.br/AInspecao_QuemDeveFazer.aspx)

É isso aí, a palestra foi instrutiva, muito legal esse interesse da escola em promover educação e conscientização, mas no próximo sábado volta ao normal. Assunto? Carburadores \o/

Ahhh e ao sair do Controlar depois de ouvir tudo isso... olha a motoca do Marco(professor):



Reconhece agora?






Solta pouquinha fumaça né .... kkkkk nosso exemplo !!! Mas todo mundo baba pela RD rsrs.




Referências: http://gaspoint.com.br/servicos/inspecao_veicular.asp

Comentários

  1. Infelizmente a poluição só aumenta, se cada um fizesse sua parte mantendo seus veículos sempre bem regulados os resultados seriam outros mas....
    Ótima aula, parabéns mais uma vez

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

18/11 - Ushuaia, o sonho realizado

16/11 - Rumo a Ushuaia, mas incompletos

15/11 - O dia que as coisas não saíram como o planejado