13/11 - De Puerto Pirámides a Caleta Olivia

Durante o planejamento da viagem fiquei bem tranquila, mas na véspera da saída, sinceramente, o receio e o medo do que estava por vir ficaram constantes nos meus pensamentos. Tinha medo de uma viagem tão longa num grupo de 5 pessoas, tinha medo de não atingir nossas expectativas ou de novamente sofrer algum acidente. Medo de possíveis conflitos de relacionamento, personalidade, medo de problemas que pudéssemos ter, medo de a moto não aguentar a viagem e, principalmente, medo de não conseguir realizar esse objetivo.

Havia lido muito sobre o caminho, as adversidades, as dificuldades... cada relato tinha uma característica, e nunca é fácil a superação. Mas justamente deixar os medos pra trás é o que separa as pessoas que sonham das que realizam.

Uma das principais dificuldades do caminho, especificamente, é o vento, mas vamos por partes...

Depois do acidente do Kpot, passamos em Puerto Madryn para comprar outro retrovisor para a Teneré, e aliás, que cidade linda!


Em Puerto Madryn tbm começou a saga da corrente da moto do Boni, a todo instante ela ficava frouxa, e constantemente precisava ser esticada.


Sim, não vou comentar a foto abaixo, ela é muito suspeita :-P


E pior... temos vídeo rsrs


Sem comentários!!! Sem comentários :-P

Continuamos convivendo com as infinitas retas da Ruta 3, retas... e mais retas ...







A partir de Trelew o vento começou a pegar pra valer, constantemente a moto ia de lado, e a velocidade das motos pequenas não passavam de 90 kms/hr.





Gravamos o vento em alguns trechos, sofrível!!!



Como apresentado no vídeo, uns 80 kms antes de Comodoro Rivadavia precisei usar o galão reserva, tanto a Lander qto a XT foram abastecidas com os galões. Com tanto vento, a média da moto ficou muito baixa.

Pouco antes de Comodoro Rivadavia começou uma serrinha, sim, tinham curvas \o/ rsrs alegria :D


Por recomendação de amigos, optamos por não nos hospedarmos em Comodoro, mas sim numa cidade à frente: Caleta Olivia, que foi uma boa escolha, com bom hotel e preço na média.


De Caleta Olivia para Ushuaia faltavam pouco mais de 1000 kms, a angustia já havia passado a muito tempo, e a alegria era o sentimento presente em todos os momentos.

Falta pouco!!!

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

18/11 - Ushuaia, o sonho realizado

16/11 - Rumo a Ushuaia, mas incompletos

15/11 - O dia que as coisas não saíram como o planejado